O rosto é um dos locais onde o envelhecimento mais aparece. Por ser nosso “cartão de visitas” e local de grande visibilidade, é uma área que necessita de muito cuidado.

Como é: Depois do envelhecimento superficial, com as rugas finas, manchas solares e alterações de textura, o subterrâneo cutâneo começa a ruir. O tecido colágeno, responsável pela estrutura da pele, começa perder a elasticidade e a afinar. O resultado é uma pele mais fina e frouxa.

Com a menor resistência do tecido subcutâneo, a gordura começa a se deslocar para baixo seguindo a lei da gravidade ou, então, acontece uma redução na quantidade. Os volumes da face são alterados. A face fica mais magra, com depressões, volumes ósseos destacados e depósitos localizados de gordura. A parte superior “murcha” e a inferior “estufa”.

Por que aparece: as fibras de colágeno e elásticas têm sua produção diminuída e começam a se esgarçar. Vários fatores contribuem para acelerar este processo: fumo, sedentarismo, distúrbios hormonais, gravidez, obesidade, emagrecimento importante em curto espaço de tempo, entre outros que levam aos diversos graus de flacidez

Quando surge: a partir dos 25 anos

AGENDE AGORA SUA AVALIAÇÃO PERSONALIZADA, CONSULTA
OU AINDA SEU TRATAMENTO